Governador apresenta medidas de apoio a comunidade indígena em Boraceia

Ações preveem recuperação de infraestrutura na Reserva Indígena Rio Silveira, afetada pelas fortes chuvas

sex, 24/02/2023 - 20h03 | Do Portal do Governo

Tarcísio de Freitas e a primeira Dama Cristiane Freitas estiveram hoje na Reserva Indígena Rio Silveira, em Boraceia, que também foi afetada pelo temporal.

O governador Tarcísio de Freitas , acompanhado da primeira-dama Cristiane Freitas, visitou nesta sexta-feira (24) a Reserva Indígena Rio Silveira, em Boraceia. A comunidade também foi afetada pelas fortes chuvas que atingiram o Litoral Norte durante o Carnaval.

Durante o encontro com lideranças da comunidade, o chefe do Executivo de São Paulo anunciou medidas para mitigar o impacto do desastre natural para a população local. “Estivemos na Reserva Indígena para avaliar os estragos. Vamos trabalhar na construção de uma nova ponte de concreto para acessar a região, reformar prédios que foram danificados e vamos levar equipamentos para reforçar o trabalho da comunidade”, disse Tarcísio de Freitas.

As ações na Reserva Indígena Rio Silveira contarão com apoio do Fundo Social de São Paulo (Fussp) e da Fundação para a Conservação e a Produção Florestal (Fundação Florestal). A secretária de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística, Natália Resende; e o coordenador estadual de Proteção e Defesa Civil, Coronel Henguel Ricardo Pereira, também estiveram presentes.

Alinhamento

Também nesta sexta-feira, o governador Tarcísio de Freitas participou de reunião com o comandante do Exército Brasileiro, general Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva. O encontro aconteceu em São Sebastião, para onde foi transferido o gabinete do governador, e serviu para avaliação das ações conjuntas entre o Governo de São Paulo e de instituições envolvidas no socorro aos atingidos pelas fortes chuvas e consequentes deslizamentos no Litoral Norte durante o Carnaval.

“É uma honra para nós termos a presença do general Tomás aqui. Já nas primeiras horas da ocorrência, no domingo [19], recorremos ao Exército porque estávamos com dificuldade de acesso por terra e por ar. As operações de resgate das vítimas e de socorro teria de ser feita por helicópteros de grande porte que pudessem operar à noite e não tivemos dúvidas em recorrer ao Exército. Ficamos agradecidos por podermos contar, mais uma vez, com a mão amiga que nunca nos falta, nunca falha”, recordou o governador Tarcísio de Freitas.

Segundo o general Tomás, a missão do Exército no Litoral Norte prosseguirá em cooperação com o Governo de São Paulo e as Prefeituras pelo tempo necessário. “Nossa presença ajuda as agências de estado, como Polícia Militar, a Polícia Civil, Bombeiros, a fazerem o trabalho que já é tão bem realizado no Estado de São Paulo”, diz.

Acompanhe as atualizações sobre a situação das chuvas por meio do Twitter do Governo do Estado de São Paulo: @governosp.

Cadastre-se no 40199 e receba mensagens de alerta de emergência via SMS – https://www.szjieerxi.com/topicos/alertas/