Em novembro, Metrô tem amplo roteiro de atrações culturais

Linha da Cultura promove atrações variadas nas estações do Metropolitano paulista, levando arte e entretenimento aos usuários do sistema

qui, 01/11/2018 - 11h41 | Do Portal do Governo

Os usuários do sistema metroviário paulista poderão desfrutar de diversas atrações ligadas à arte e entretenimento durante o mês de novembro, graças à programação da Linha da Cultura nas estações do Metrô.

Em cartaz desde agosto, a exposição fotográfica “Viajando por São Paulo com Adoniran Barbosa” continua na estação São Bento e Jardim São Paulo (Linha 1-Azul) neste mês. A partir do dia 10, a mostra chega também à estação Corinthians-Itaquera (Linha 3-Vermelha) e ganha uma nova perspectiva, retratando por meio de 11 fotografias do acervo original do cantor, sua relação com a Zona Leste da capital paulista, região por onde executava seus sambas, desde o bairro do Brás a Vila Ré.

Durante todo o mês, a Vitrine Cultural da estação São Bento recebe materiais encontrados em escavações realizadas na Avenida Santo Amaro durante a construção da estação Alto da Boa Vista, da linha 5-Lilás. A mostra “Arqueologia: O Metrô descobrindo o passado – Estação Alto da Boa Vista” é projeto da política de responsabilidade social e ambiental do Metrô, que visa o estudo arqueológico e ações de educação patrimonial relacionadas às obras de expansão que realiza na cidade de São Paulo.

Na estação Santa Cruz, por onde passam usuários da linha 1-Azul e, atualmente, da linha 5-Lilás, a Vitrine Lasar Segall recebe o painel “Mais que uma vilã: o múltiplo talento de Beatriz Segall”, que homenageia a história de uma das mais importantes atrizes brasileiras, conhecida por seu talento e atuação no teatro, televisão e cinema.

Prolongando o mês que conhecemos como Outubro Rosa, na luta contra o câncer de mama, a estação Clínicas da Linha 2-Verde abriga a exposição “Todo Mês pela Vida”, do fotógrafo Thiago Gimenes, que conta com 23 fotografias de mulheres, com diferentes histórias, captadas pela cidade em tons de rosa.

Também na estação Clínicas, uma ação de conscientização recebe 13 fotografias para alertar os homens sobre os cuidados a respeito de doenças masculinas, aproveitando o Dia Mundial do Combate ao Câncer de Próstata, realizado em 17 novembro.

A partir de hoje (1), em apoio ao Novembro Azul, o Metrô realiza uma intervenção cromática que iluminará o teto de um dos acessos da estação Trianon-Masp (Linha 2-Verde) na cor azul. A estação Sumaré também será iluminada durante as noites para alertar sobre o câncer de próstata, sexta doença mais comum no mundo.

As vitrines da estação Trianon-Masp (Linha 2-Verde) recebem parte da exposição “Rubem Valentim: Construções Afro-Atlânticas” exposta no MASP e que revela trabalhos sobre a produção do artista brasileiro do século XX, responsável por associar elementos da tradição ocidental e as raízes africanas no Brasil.

No centro da capital, a estação Sé (Linha 3-Vermelha) expõe as obras finalistas e vencedoras do concurso de fotografia amadora do Metrô, que teve como temática “Metrô SP- 50 anos no coração da cidade de São Paulo – fotografe a sua estação de metrô preferida”, realizado este ano. A exposição conta com 13 fotografias, selecionadas de um total de 241 inscrições, escolhidas pela comissão julgadora do Metrô e por votação popular. As fotografias foram divulgadas no Facebook da Companhia e alcançaram mais de 18 mil pessoas. A galeria fotográfica permanece durante todo o mês no mezanino da estação.

Na Estação República (Linha 3-Vermelha), a exposição “Pretas Potências – 13 Décadas de Reinvenção”, do artista Vinicius de Araújo, homenageia figuras negras representativas. A mostra conta com 13 imagens figurativas que retratam 13 universos da resistência afro-brasileira, desde a abolição da escravatura até os dias atuais.

O Museu da Diversidade Sexual instalado na área livre da estação República organiza um espaço expositivo que dá voz às comunidades negra, LGBT e feminista por meio da reprodução de mensagens viralizadas nas redes. A mostra “Textão” é a manifestação por meio de textos de diferentes perspectivas e falas que relatam algum tipo de abuso sofrido por uma dessas comunidades.

Até o fim do mês na estação Santa Cecília, também na Linha 3-Vermelha, o Metrô recebe a mostra “Realismo Fantástico”, que conta com nove obras de traços fortes e marcantes do Realismo, simbologias e grafismos que denotam a intensidade das obras.

Para acompanhar o roteiro completo de atrações e demais ações culturais do Metrô, acesse:https://www.szjieerxi.com/cultura/index.aspx.